JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS

Em um contexto de grandes mudanças na sociedade contemporânea, em relação à produção, ao acesso e ao consumo de informações, principalmente com a ascensão dos sites voltados à formação de redes sociais virtuais e das plataformas móveis, torna-se necessário a busca pelo sentido de se produzir e circular conteúdo audiovisual na UFMG.

De acordo com a Unesco (2004), entre os principais problemas das TVs Universitárias brasileiras encontra-se o fato de quase nenhuma delas conhecer de fato o público que acompanha as produções e, com isso, saber o que produzir para tal público, afinal, a TV deve ser voltada para a comunidade acadêmica ou para a sociedade ou para ambas? O problema também é identificado por Magalhães (2013)


Mas que público seria esse? Essa é uma questão muitas vezes ignorada pelas TVUs [Televisões Universitárias]. Na realidade, há pouquíssimas emissoras que, antes de entrar no ar, no cabo, na rede, preocuparam-se em fazer um planejamento estratégico primeiro. Portanto, a programação inicial é formada de ideias isoladas que ganham força no grupo fundador da emissora, mas que parte de opiniões pessoais. Fazem programas para si mesmo [...]  Visto isso, é importante saber os objetivos da TVU para a IES [Instituição de Ensino Superior] (MAGALHÃES, 2013, p. 12).

Assim, o presente projeto justifica-se como iniciativa para entender os objetivos da TV UFMG dentro da UFMG, bem como entender qual é o público das produções do núcleo, de modo a tornar os conteúdos da referida TV produtos que representem e inclua a comunidade. Novas linguagens e processos de produção serão pensados e discutidos, para propor mudanças profundas na TV UFMG. Como resultado acredita-se que será possível efetivar uma reconstrução dos produtos e a criação de novas estratégias de divulgação do conteúdo produzido.

Para tal missão, a equipe da TV UFMG se dividiu em diversas tarefas que perpassam:

— a pesquisa, leitura e resumo de textos acadêmicos acerca das temáticas intrínsecas à reformulação;
— a pesquisa e o acompanhamento de produtos audiovisuais de outros canais/mídias para o incentivo a novas ideias;
— o debate e a experimentação de novos produtos, assim como de formas de divulgação, em consonância com as reflexões teóricas realizadas e com a adequação à estrutura da TV UFMG.